Destaque Últimas Notícias

PETROBRAS DEVE APROVAR HOJE MUDANÇA NA DIREÇÃO

PETROBRAS DEVE APROVAR HOJE MUDANÇA NA DIREÇÃO

O tema dominante no Brasil é a questão da Petrobras, cujo Conselho Diretor deve se reunir hoje para aprovar o nome do General Luna e Silva para presidente da empresa, em substituição ao presidente Castelo Branco.

Esta iniciativa do Presidente Bolsonaro impactou a Bolsa de Valores, com queda de 4,87% ontem.

Houve impacto negativo também nas ações de outras estatais, como Banco do Brasil e Eletrobras, diante da proposta do Bolsonaro de influir no rumo dessas empresas.

O suspense é a reunião do Conselho da Petrobras, onde haverá reação de alguns conselheiros contra a mudança. No entanto, as previsões indicam que o Governo tem maioria assegurada nesta votação.

Ontem, Bolsonaro afirmou que exige apenas “transparência e previsibilidade” da companhia.
Ele ressaltou que o contrato de Roberto Castello Branco como presidente da estatal acaba no dia 20 de março. “É direito meu reconduzi-lo ou não. E não ser reconduzido. Qual é o problema?”, questionou.

COVID – São 247.143 pessoas mortas pela Covid-19 no Brasil até agora, com 639 casos ontem.

VACINAS – Câmara dos Deputados marcou para hoje votação da Medida Provisória 1026/2021, que trata da aquisição de vacinas contra Covid-19 e da facilitação da sua compra por estados, municípios e iniciativa privada.

EUA – Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fez solenidade recheada de emoção para registrar a marca de 500 mil óbitos pela Covid-19 no país.
È o maior número de mortes entre todos os países.

AUXÍLIO – No Congresso Nacional, o parecer da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do auxílio emergencial prevê o pagamento do benefício sem o corte de gastos governamentais de forma imediata.

Contudo, o texto do Congresso propõe congelar os salários dos servidores públicos e a suspensão da contratação de pessoal por dois anos.

O novo benefício deve custar cerca de R$ 30 bilhões aos cofres públicos neste ano, atendendo cerca de 40 milhões de pessoas, com o pagamento de quatro parcelas de R$ 250 a partir de março.

PIB – Banco Central revisou para baixo a previsão de crescimento da economia para este ano.
Segundo o Boletim Focus, a projeção foi reduzida para 3,29% – a estimativa anterior era de 3,43% em 2021.

CONFIANÇA – O Índice de Confiança da Indústria recuou 3,1 pontos na prévia de fevereiro deste ano, na comparação com o resultado consolidado de janeiro.

Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador chegou a 108,2 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Permanece ainda num nível positivo de confiança.
De dezembro para janeiro, o índice já havia recuado 3,6 pontos, de acordo com a FGV.

ECONOMIA – Dólar subiu 1,26% ontem, cotado a R$5,4551.
O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores, fechou em queda de 4,87%, aos 112.787 pontos.
Por RENATO RIELLA

FOTO: AGÊNCIA BRASIL

Comentar

Clique aqui para postar um comentário