Destaque Últimas Notícias

BRASIL TERÁ SAFRA RECORDISTA EM 2021

BRASIL TERÁ SAFRA RECORDISTA EM 2021

A safra brasileira de grãos, cereais e leguminosas deve atingir o recorde de 264,5 milhões de toneladas em 2021, segundo o IBGE.
Com isso, a produção deve superar em 4,1% a de 2020, que somou 254,1 milhões de toneladas.

Arroz, milho e soja são os três principais produtos do grupo de grãos, cereais e leguminosas e, somados, representam 92,9% da produção.
Segundo o IBGE, é esperado recorde na safra da soja, que deve chegar a 131,9 milhões de toneladas, uma alta de 8,6%, ou 10,4 milhões de toneladas, na comparação com o ano anterior.

CAIXA – Lucro líquido da Caixa Econômica no primeiro trimestre de 2021 foi de R$ 4,6 bilhões, alta de 50,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

CONFIANÇA – Após quatro quedas consecutivas, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), subiu 4,8 pontos em maio, na comparação com abril.
Atingiu 58,5 pontos, em uma escala que vai de 0 a 100 pontos.

SERVIÇOS – O volume de Serviços caiu 4% na passagem de fevereiro para março deste ano no Brasil, depois de duas altas consecutivas do indicador, segundo o IBGE.
Os Serviços tiveram quedas no acumulado do ano (-0,8%) e no acumulado de 12 meses (-8%).

Na comparação com março do ano passado, houve crescimento de 4,5%.
Na passagem de fevereiro para março, três das cinco atividades de serviços tiveram queda em seu volume: serviços prestados às famílias (-27%), transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-1,9%) e profissionais, administrativos e complementares (-1,4%).

Dois segmentos tiveram aumento no volume de serviços: informação e comunicação (1,9%) e outros serviços (3,7%)

TURISMO – As atividades turísticas no Brasil somam prejuízo de R$ 341,1 bilhões desde o agravamento da pandemia, em março de 2020.

O setor chegou a abril deste ano operando com aproximadamente 61,4% da sua capacidade mensal de geração de receitas, calcula a Confederação Nacional do Comércio (CNC).
Mais da metade (52,6%) do prejuízo apurado até agora pelo setor ficou concentrado nos estados de São Paulo (R$ 137,7 bilhões) e Rio de Janeiro (R$ 41,7 bilhões).

ISRAEL – ONU e grande nações ampliam a preocupação com o conflito entre Israel e palestinos, na faixa de Gaza.
Imprensa informa hoje que Israel organiza ofensiva militar por terra, com tanques e canhões, para atingir a área de onde os palestinos soltam mísseis.

ÍNDIA – Foram registrados ontem 4.205 óbitos pela Covid-19 na Índia, o que eleva o total de vítimas para 254 mil.
É o 21º dia consecutivo com mais de 300 mil novos casos.
Há fortes indícios de subnotificação, sobretudo de mortes.

DIA 15 – Campanha via redes sociais convoca para manifestação no sábado (15) no DF e em diversas capitais.
É atividade assinada pelo Movimento Brasil Verde Amarelo junto com a Marcha Cristã pela Liberdade.

Em Brasília, será na Esplanada, na tarde do sábado, culminando com entrega ao Presidente Bolsonaro, às 19h, de documento do setor agro brasileiro.

Entre os temas, fim do lockdown, voto impresso e discussão sobre o Supremo Tribunal.

CPI – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, do Senado, dedicou todo o dia de ontem a ouvir o ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten.

Ele frustrou os senadores, ao não confirmar críticas que fez ao Governo Federal em entrevista à revista Veja.
Por isso, o presidente da CPI, senador Omar Aziz, disse que enviará ao Ministério Público Federal pedido de investigação contra Wajngrten, por haver mentido à Comissão.

O ex-secretário confirmou, no entanto, que fez contato com a Pfizer para a compra de vacinas pelo Brasil, mas houve demora de dois meses do Ministério da Saúde para dar resposta a essa demanda.

Gerente Geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murílo, será o interrogado de hoje na CPI da Pandemia.

GRÁVIDAS – Presidente Bolsonaro sancionou lei que determina o afastamento de atividades presenciais de trabalhadoras grávidas durante a pandemia, sem prejuízo na remuneração.
As gestantes deverão permanecer à disposição para exercer suas atividades remotamente, por meio do teletrabalho.

PATENTES – Plenário do Supremo Tribunal decidiu derrubar o prazo de patentes de medicamentos e materiais de saúde que já tenham sido prorrogadas e que estejam em vigor há mais de 20 anos, que é o período máximo.

PESQUISA – Instituto Datafolha divulga pesquisa que mostra queda na avaliação positiva do Governo Bolsonaro, com os seguintes resultados:

—Ótimo/bom: 24% (eram 30% no levantamento anterior)
—Regular: 30% (eram 24%)
—Ruim/péssimo: 45% (eram 44%)
—Não sabe: 1% (eram 2%)

ACORDO – Na Bahia, a Ford e o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari fecharam acordo para indenização dos quatro mil trabalhadores que perderam emprego com o fechamento da fábrica daquela cidade.
O acordo é similar ao realizado em Taubaté (SP), inclusive com manutenção de plano de saúde.

BRASIL – Balanço da vacinação contra Covid-19 no Brasil aponta que 37.197.671 pessoas receberam a primeira dose, o que representa 17,57% da população brasileira.

Foram registrados ontem 2.494 óbitos pela Covid-19 no Brasil, elevando o total a 428.034.

AGENDA – Presidente Bolsonaro está hoje em Alagoas.

Às 10h, participa da cerimônia de entrega de 500 unidades habitacionais do Residencial Oiticica I, em Maceió.
Às 12h, inauguração do Complexo Viário BR-104/AL e obras na BR-316/AL.
Às 14h, inauguração do Canal do Sertão Alagoano, em São José da Tapera.

ECONOMIA – Dólar fechou ontem a R$ 5,306, com alta de R$ 0,083 (+1,58%).
O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores, fechou aos 119.710 pontos, com recuo de 2,65%.

Especialistas analisam que dólar e bolsa foram influenciados pelo aumento da inflação nos Estados Unidos.
Por RENATO RIELLA

Foto: Noemi Pacheco

Entrevista TVN Brasil - Tempos de Mudança