Destaque Política Últimas Notícias

CÂMARA FINALMENTE VAI VOTAR O MARCO DO GÁS

CÂMARA FINALMENTE VAI VOTAR O MARCO DO GÁS

Após sete anos de discussão, a Câmara dos Deputados marcou para a próxima terça-feira a votação do Marco Regulatório do Gás, projeto já aprovado no Senado e que poderá ser sancionado logo pelo Presidente Bolsonaro.
O objetivo é aumentar a concorrência no mercado de gás natural, atraindo novos investidores.

O Marco Legal vai estimular a entrada de novos fornecedores de gás natural e evitar a concentração de mercado nas mãos de poucas empresas.

Uma das metas é reduzir os preços do gás natural, do gás de cozinha, do combustível e da energia elétrica no país, também com efeito no consumidor industrial.

EMERGENCIAL – Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, disse que a Proposta de Emenda à Constituição 86/2019, conhecida como PEC Emergencial, poderá ser votada na Casa na quarta-feira (10), diretamente no plenário, sem passar pelos comissões técnicas, para agilizar.

O texto, que cria mecanismos de ajuste fiscal e permite a retomada do pagamento do auxílio emergencial durante a pandemia da covid-19, foi aprovado pelo Senado em segundo turno, na tarde de ontem.

ARGENTINA – Presidente Bolsonaro afirmou que deve viajar para Buenos Aires em 26 de março, para a celebração dos 30 anos do Mercosul, bloco formado por Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai.

Deve ter a primeira conversa reservada com o presidente argentino, Alberto Fernández.

GREVE – Petroleiros do Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco e São Paulo prometem iniciar hoje greve para cobrança de direitos e contra “riscos de privatização” da Petrobras, informou a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

VACINAÇÃO – Balanço da vacinação contra Covid-19 de ontem (4) aponta que 7.671.525 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19 no Brasil.

O número representa 3,62% da população brasileira.
A segunda dose já foi aplicada em 2.463.894 pessoas (1,16% da população do país).

 

CARTA – Governadores de 14 estados encaminharam ao Presidente Bolsonaro uma carta pedindo “imediata adoção de providências” para a compra de vacinas contra o coronavírus.
São governadores que têm postura clara de oposição, quase todos de esquerda, ficando de fora o Distrito Federal e São Paulo.

BRASIL – Foram registrados 1.699 óbitos pela covid no Brasil nas últimas 24 horas, elevando o total a 260.970.

Expectativa para São Paulo, que deve instalar lockdown no estado a partir do domingo, já com protestos hoje de manhã interrompendo tráfego em áreas sensíveis da capital.

ECONOMIA – O dólar fechou ontem vendido a R$ 5,658, com recuo de R$ 0,006 (-0,11%).

E o índice Ibovespa, da Bolsa de Valores, encerrou o dia aos 112.690 pontos, com alta de 1,35%.
Por RENATO RIELLA

Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Comentar

Clique aqui para postar um comentário